top of page
Buscar
  • Foto do escritorLinknode

VIRTUALIZAÇÃO DA FIBRA NO DWDM C E O: CAPACITAR OPERADORES E EMPRESAS COM SOLUÇÕES ECONÓMICAS

No atual cenário de IT em rápida expansão, muitas organizações enfrentam o desafio da exaustão da fibra. A instalação de infraestrutura de fibra adicional é muitas vezes impraticável devido a bloqueios de trânsito, atrasos na construção e restrições financeiras. Para resolver esses problemas, a Smartoptics desenvolveu soluções inovadoras para virtualizar a fibra nas bandas C e O de DWDM (1550nm e 1310nm), permitindo que as operadoras e empresas superem as limitações e obtenham um melhor desempenho da rede. Este artigo técnico explora os benefícios e a implementação dos sistemas da banda O da Smartoptics, oferecendo soluções económicas para satisfazer as crescentes exigências da rede.


O Desafio


À medida que as redes experimentam um crescimento exponencial, as organizações exigem maior largura de banda e conetividade de fibra. No entanto, a instalação de fibra adicional é muitas vezes dificultada por desafios de licenciamento e investimentos financeiros substanciais. Além disso, a introdução de novos componentes ativos pode levar a preocupações de segurança, requisitos de formação de pessoal e limitações de energia e espaço. Para enfrentar estes desafios, as organizações estão a procurar soluções alternativas para maximizar a sua infraestrutura de fibra existente.


A Solução


A solução de virtualização de banda O da Smartoptics oferece uma abordagem abrangente para enfrentar os desafios de exaustão de fibra. Ao aproveitar as bandas C e O do DWDM, as organizações podem fornecer serviços múltiplos, independentes, seguros e económicos através de um único par de fibras. A implementação envolve a utilização de um filtro 1310/1550 para isolar as bandas C e O do DWDM. Um multiplexer passivo de 40 canais é então introduzido na banda C (faixa de 1550nm), permitindo a transmissão de até 40 canais de serviços de 1GE a 400GE, enquanto que até 16 canais de 100GE podem ser suportados na banda O. Em alternativa, qualquer uma destas soluções pode ser oferecida de forma independente em fibra escura para maximizar a distância.




Aprofundar: Introdução à banda O


A Banda O representa um avanço na tecnologia ótica e de filtragem, utilizando o espetro da fibra de 1310 nm para soluções 100G DWDM económicas. A tecnologia ótica da banda O oferece até 16 comprimentos de onda DWDM 100G, proporcionando às organizações flexibilidade e escalabilidade. Para os serviços 100GE mais económicos, é incorporado um filtro CWDM de 4 canais na banda O, facilitando o fornecimento de quatro serviços 100GE independentes. A principal vantagem reside na integração perfeita das óticas da banda O com o equipamento existente, eliminando a necessidade de transponders ou muxponders adicionais. Isto resulta numa solução altamente rentável, eficiente em termos de espaço e que poupa energia para virtualizar a fibra. Esta solução de virtualização permite que as organizações utilizem um único par de fibra para fornecer até 56 serviços independentes, optimizando os recursos de fibra para escalabilidade futura.




As óticas da banda O oferecem um alcance significativo, cobrindo distâncias até 25 km. Isto torna-as adequadas para várias aplicações, incluindo data centers, campus e redes de acesso. As óticas de banda O têm um preço significativamente mais baixo do que suas contrapartes coerentes, o que as torna uma opção atraente para organizações que procuram soluções econômicas.


As óticas 100G "single lane" de banda O podem ser combinadas com óticas cinzentas 400G de 4 vias para proporcionar uma agregação extremamente económica. Todas as óticas 100G podem estar num único comprimento de onda quando a fibra do cliente está disponível para permitir operações simples e manuseamento de peças de reposição. Os filtros CWDM podem ser adicionados juntamente com as óticas CWDM 100G para multiplexar até 4 serviços 100G numa única fibra cliente, conforme necessário. Utilizando o DCP-404 ou o DCP-1203 da Smartoptics, o operador de rede pode escolher entre óticas cinzentas 400G económicas para transporte de fibra entre datacenters ou distâncias metro até 40 km, ou óticas 400G coerentes para redes ROADM regionais.





Conclusão


As soluções de virtualização da Smartoptics nas bandas C e O DWDM oferecem às operadoras e empresas uma abordagem econômica para superar as limitações de exaustão da fibra e otimizar a infraestrutura de fibra existente. Ao aproveitar as tecnologias avançadas da Smartoptics, as organizações podem fornecer serviços múltiplos, independentes, seguros e económicos através de um único par de fibras, variando de 1GE a 400GE. Com a capacidade de maximizar os seus recursos de rede, as organizações podem satisfazer as crescentes exigências das suas redes de forma eficiente e eficaz.


A Linknode ajuda-o a implementar soluções de rede mais rápidas! Contacte-nos hoje mesmo!

19 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page